Conferência I-Com – 2010 Estoril

17 03 2010

Realizou-se na passada semana entre os dias 10 e 13 de Março o 3º evento, desta entidade. O I-Com (International Conference on Online Measurement), é uma entidade que reúne diferentes organizações em mais de 40 países, com enfoque na medição e discussão de métricas no Online. Em Portugal a entidade associada é a CAEM.

No Estoril, reuniram-me simultaneamente 2 eventos, o I-Com Global Sumit, e o I-Com Ibero-American Summit.

O que retive destes 3 dias de trabalho e apresentações?

– Portugal não se encontra na cauda da Europa, do ponto de vista tecnológico, temos condições para poder implementar, a maioria das métricas, sistemas disponíveis noutras regiões do Globo. É uma questão da entidades (Meios, Agências, Anunciantes), estarem dispostos a investir e trazer essas ferramentas para os negócios.  

– Falta-nos infra-estruturas básicas neste meio. Uma questão que já nem se discute noutros Países (nomeadamente os mais evoluídos) é o montante, a dimensão dos investimentos publicitário no online. Esta métrica é fundamental para percebermos em que estado nos encontramos. Que % a Indústria da Publicidade já coloca nos meios online, quais os maiores player’s (anunciantes) nesta área. Sem esta medida torna-se complicado fazer tendências, previsões, evoluções.

– Grp ou não Grp. Discute-se se esta métrica será a mais adequada para medição de internet. As opiniões aqui dividem-se, é certo que os anunciantes e agências, estão habituados a utilizar estas medidas, inclusive a negociar com base nelas (TV), e de alguma forma deveríamos ter acesso ao volume de GRP’s exibidos pelas campanhas na net, mas aqui concordo com algumas das apresentações e pelo que foi dito. Campanhas de direct response = não; Branding, display = sim; vídeo banners = no; Social media = nunca. Mas discute-se hoje em dia na net, questões como Engagement com a marca, duração de exposição do indivíduo com a marca/site, interacção, visita, … o difícil mesmo vai ser medir isto tudo.

– Sistemas híbridos de mediação. Parece-me ser uma tendência e que possa ser bastante útil, basicamente junta-se a metodologia site centric (medição nos sites) + medição user centric (através de painel, ou questionários on-line, pop uo’s surveys) e devolve-se por um lado os dados reais de acesso com o perfil de quem anda a navegar, a clicar. “Targeting online” será fundamental.

– CTR (Click Through Rate), taxa de click, apresentado um gráfico onde a taxa mais elevada de click pertence á Malásia com 0,29, o que nos leva a dizer que esta medida morreu, não podemos exigir a um banner de internet que seja clicado, assim como não podemos exigir a um spot de Tv ou página de imprensa leve a uma interacção com a marca, ida ao site, ida ao supermercado, … Certo que depende do anúncio ser fortemente promocional ou não e enquadrado com o conteúdo onde estiver, isso poderá levar a taxas mais elevadas ou não, mas CTR elevados aconteceram noutros tempos. Post Click, Visita ao site por terem visto o banner isso sim poderá interessar.

– Social Media, 150 ferramentas todas elas diferentes e com resultados diferentes, por vezes para a mesma realidade. Se é certo que identificar marcas ou expressões é relativamente fácil, o difícil é enquadrar as mesmas e que sentimento esteja por trás. Ex. esta marca x que até é importante anda-me a deixar maluco, tou farto dela (usei linguagem suave). No caso da língua portuguesa pode-se tornar ainda mais difícil, porque a maioria das ferramentas não considerarem esta língua como prioritária.

– 3 ecrãs a serem medidos (audiência crescente e dispersa em tv + internet + mobile), necessário harmonizar e usar métricas que possam medir essa realidade, o consumo principalmente em plataformas digital levará a outras métricas e medidas, duração, engagement, cross chanel.….

– Adiciono alguns links onde se poderá encontrar resumos da conferência

http://i-com.typepad.com/icomconfblog/2010/03/top-measurement-issues-raised-during-day-1-breakout-sessions.html

http://www.nma.co.uk/news/common-currency-an-impossible-dream-says-mindshare/3011096.article

http://www.nma.co.uk/news/social-media-is-a-challenge-for-brands-to-measure/3011077.article

http://www.nma.co.uk/news/gsma-to-extend-mobile-currency-worldwide/3011069.article

http://www.nma.co.uk/news/emarketer-ceo-calls-for-end-of-measuring-just-clicks/3011052.article

http://www.nma.co.uk/news/demand-side-ad-buying-platforms-will-improve-customer-targeting/3011106.article

http://www.nma.co.uk/news/google-stresses-value-of-searchs-effect-on-offline-behaviour/3011065.article

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/10/i-com-portugal-precisa-de-dados-sobre-investimento-online/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/11/i-com-pregar-a-congregacao/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/11/icom-o-embate-entre-os-media/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/11/icom-e-quando-e-que-vamos-ter-standards-em-social-media/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/12/hoje-no-mp-i-com-assinaturas-digitais-e-mobile-marketing/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/12/i-com-%e2%80%9c-as-pessoas-que-nos-chegam-via-motor-de-busca-nao-sao-leitores-leais%e2%80%9d/

http://www.meiosepublicidade.pt/2010/03/19/vinhamos-de-uma-grande-relutancia-dos-media-em-partilhar-dados/

Bookmark and Share

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: