ClickMeter

5 04 2013

Image blog cibertransistor

(artigo publicado no Blog Cibertransistor, onde colaboro regularmente)

Chamei a esta técnica ClickMeter, porque na prática não passa de um “audímetro” na forma de click. O que fiz foi durante uma semana andar com um aparelho rudimentar (contador) e sempre que tivesse sido impactado por uma mensagem publicitária (spot de tv ou rádio, imprensa, internet, outdoor, …) clicava e aumentava o contador.

Pela imagem podem ver que nem sempre os valores são regulares, mas também não é suposto serem, os valores mais baixo são inclusive durante o fim de semana, menor tempo de deslocação automóvel, menos contacto com a internet (no meu caso), e estamos também numa altura do ano não muito propícia a saídas e deslocações.

Fazendo uma média diária, cheguei á conclusão que terei sido impactado com qualquer coisa como 168 menções, é provável que há quem seja mais, há quem seja menos, no meu caso foram estas. Cheguei a pesquisar em sites e alguns artigos/estudos falavam em valores muito mais elevados e com muito mais exposições.

Fiz e confeso que fiz um esforço enorme para no final do dia lembrar-me de tudo ou quase tudo o que tinha visto, e cheguei á seguinte conclusão.

Lembrava-me das marcas ou campanhas que:

  • Teriam maior repetição e presença (seja na rádio, tv ou outdoor)
  • Aquelas que foram planeadas em multimeios (presença em mais que um meio)
  • Aquelas que me causaram maior impacto e atenção (grandes formatos de outdoor)
  • Aquelas que não consegui desviar a atenção (em cinema, sim consegui ir ao cinema, ou na internet)
  • E as verdadeiramente criativas pela imagem, claim, música, …

Tenho de referir que este estudo foi feito por mim, a amostra sou eu, o universo sou eu, mas as conclusões acho que são mais ou menos óbvias, é difícil as marcas sobreviverem e captarem a atenção dos consumidores o share of atention não é só na categoria, mas com tudo o que comunica e impacta o consumidor. Novas formas e maneiras de comunicar são necessárias (e elas existem não são é tão massivas)

Estará este modelo de compra de publicidade (Bought Media) ultrapassado? Acho que não. Precisamos de continuar a perceber o que as marcas nos querem dizer, os produtos que querem vender, e esta forma de comunicar cumpre um papel fundamental, o de contribuir para awareness da marca, o dar a conhecer a marca.

Na altura de ir ao supermercado, escolha de automóvel, operadora de telecomunicações, … virão á memória estas imagens e o que as marcas queriam transmitir.

Experimentem fazer este mesmo exercício, se não for com um contador destes e se tiverem um android ou iphone, basta pesquisar uma app que sirva de counter, que tem o mesmo efeito.

Experimentem e venham colocar aqui os vossos valores

Anúncios

Acções

Information

2 responses

25 09 2014
MP3 Song Download

I know this web page offers quality dependent content and extra material,
is there any other web site which offers such things in quality?

25 09 2014
Francisco Costa Pereira

I really don’t know, this is a personal blogue, it is my opinion about several issues, mainly research, media as I’m working about 20 years in this industry. There are for sure more reputed blogues, websites (ex. Mashable) where you can get information. Thank’s for the comment.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: