Ainda nos 40

29 12 2011

A poucos dias de completar os 41 anos ainda vou a tempo de falar nos 40. O tempo voa e este ano passou a correr. Tinha intenção de escrever este texto há mais tempo mas por uma ou outra razão fui adiando. Mais vale tarde que nunca.

Supostamente aos 40 chegámos a meio do percurso, não sei qual das melhores metades já vivi, daqui a 40 anos talvez o possa dizer. Mas sei o que passei, o que fiz e o que me aconteceu, umas coisas certas, outras menos boas, mas o que sou hoje é produto disso tudo.
O que gostaria que acontecesse nos próximos 40 anos, é disto que este texto fala.

O que desejo nos meus próximos 40 anos?
Ser feliz, ter os meus filhos, minha mulher ao pé de mim, os que me estão próximos felizes e com saúde, passar aos meus filhos os valores e ensinamentos que acho certos, ajudá-los em tudo o que possa, não perder os amigos que tenho, reforçar as novas amizades que entretanto ganhei e fiquem para a vida, ser mais arrumado e menos distraído, amar e ser amado, viajar mais e muito, descobrir um talento que acho que tenho escondido, por em prática uma moleskin cheio de ideias, escrever um livro, apreciar bom vinho e saber mais de vinhos de preferência em boas companhias, ser justo, praticar uns quantos desportos que gostaria de experimentar, ver o Benfica novamente campeão europeu, Portugal conquistar um Europeu ou Mundial, estar lúcido e sobretudo ter saúde muita saúde para presenciar isto tudo. Isto é o que desejo para mim e o que desejo para todos.

Anúncios