Facebook quer dar mais destaque ás marcas

8 04 2010

A propósito desta notícia publicada no site da Marketeer, deixo aqui a minha opinião e comentário sobre a mesma.

Escrevi em post anterior qual a postura, a atitude que as marcas deveriam ter quando criam uma página ou perfil Social (seja facebook, youtube, twitter, ou outra). O seguir, o responder, o ser seguido, o permitir seguir, o acompanhar, … tudo faz parte da nova linguagem das redes sociais, e na prática as marcas têm estar dispostas e capacitadas a agir dessa maneira.

Mas, uma das grande virtude das redes sociais é a capacidade de criação e liberdade (dentro de limites) que os utilizadores têm para comentar, falar, expressar a sua opinião (visto do ponto de vista do utilizador), não podem as redes sociais profissionalizar demais as mesmas sob pena da sua audiência tornar-se profissional, perdendo o encanto para quem navega nelas. Concordo que as marcas devem estar nas redes sociais, mas com linguagens própria das redes sociais, eu próprio criei uma página para dar destaque a essa presença meritória por parte das marcas.

Não tornem o Facebook, um mega Centro Comercial, pois a esses eu só recorro quando quero. Além de que para redes profissionais, existem o LinkedIn, TheStarTrecker, Plaxo

Bookmark and Share

Anúncios




Um grupo criado para dar destaque ás marcas

8 04 2010

Criei recentemente um grupo no facebook, denominado Marcas, anunciantes, … que não deixam sem resposta os seus fãs.

Qual o objectivo do mesmo, simples dar espaço a marcas, projectos, negócios que optaram por utilizar o facebook para comunicação e o fazem de uma forma eficaz e seguindo a linguagem do social media.

Já se encontram lá alguns projectos, a adição é livre.

Bookmark and Share





Conferência I-Com – 2010 Estoril

17 03 2010

Realizou-se na passada semana entre os dias 10 e 13 de Março o 3º evento, desta entidade. O I-Com (International Conference on Online Measurement), é uma entidade que reúne diferentes organizações em mais de 40 países, com enfoque na medição e discussão de métricas no Online. Em Portugal a entidade associada é a CAEM.

No Estoril, reuniram-me simultaneamente 2 eventos, o I-Com Global Sumit, e o I-Com Ibero-American Summit.

O que retive destes 3 dias de trabalho e apresentações?

Leia o resto deste artigo »





E se os partidos Políticos se comportassem como Marcas

8 03 2010

Deve ser frustrante para quem se encontra á frente dos partidos políticos, perceber que de ano para ano, perdem apoiantes, simpatizantes, militantes, e outros ….antes.

Num artigo recente que li no jornal i, onde se falava no afastamento ideológico das pessoas quer da vida política e suas ideias, quer da religião, mostrava o grande fosso que existe entre aquilo que é proposto (partidos, ideologias, religiões, …) e aquilo que as pessoas verdadeiramente querem.

Comecemos pelo seguinte, como é possível haver tantos partidos políticos (nada mais nada menos que 16 nas eleições legislativas de 2009), num rectângulo tão pequeno como Portugal, e mesmo assim parecem não chegar, a adesão maciça á abstenção, 40,3%, o valor mais elevado nestas eleições na última década (1991 – 32,2%; 1995 – 33,7%; 1999 – 38,9%; 2002 – 38,5%; 2005 – 35,7%; 2009 – 40,3%), dados provenientes da CNE (Comissão Nacional de Eleições).

Leia o resto deste artigo »





As Marcas e comunicação na blogosfera

6 11 2009

As novas plataformas de comunicação on line, nomeadamente Facebook, Twitter ou outras como Youtube, Flickr, tornaram-se de repente para os Marketeers, marcas um local desejável ou desejado de estar e comunicar, se é certo que o ritmo de crescimento das mesmas tem sido extraordinário e alucinante, e com investimentos relativamente baixos (comparados com a comunicação tradicional) consegue-se criar uma página no facebook, um grupo, ou conta de twitter, o certo é que para ser feito e bem feito necessita de algum engenho, mestria.

Explico Porquê, e este claro está é o meu ponto de vista.

Leia o resto deste artigo »





Ídolos – Para lá da TV, audiências

24 10 2009

Para além das transmissões que estão a ser levadas a cabo em antena na SIC, e que passam por galas, repetições, transmissão das participações dos candidatos, idas a programas ao longo do dia, … a transmissão dos ídolos ou pelo menos parte dele (em forma de vídeos) passa para a blogosfera e inunda as redes sociais.

Se é certo que grande parte da audiência ainda vem da transmissão em televisão, uma média de 200.000 telespectadores, na transmissão das 3 galas, segundo dados da marktest, quando passamos para as redes sociais eis alguns nºs, sempre desactualizados a cada minuto que passa.

Página do Facebook, já com 3.290 fãs onde além dos vídeos colocados, os posts, criticas, comentários diversos. Para não falar dos vídeos colocados por cada amigo no seu mural, num dia recebi 3 vezes o vídeo de um dos participantes.

Youtube, parece não haver canal específico aqui dos ídolos ou pelo menos oficial, mas os vídeos retirados são da TV, pelas minhas contas e só pelas primeiras 3 páginas já vai acima das 55.000 visualizações.

A página oficial do programa, não tenho o nº de acessos á mesma, mas pelo menos já conta com 869 membros registados.

Twitter, o micro-blog do programa, com 335 seguidores. Leia o resto deste artigo »